Saltar para o conteúdo principal da página
Património Cultural

Music 10 de maio, às 19h00

ALMA MENOR | Em tons de Aguarela

A Associação dos Amigos do Museu Nacional da Música apresenta, no Museu nacional da Música, hoje, dia 10 de maio, às 19h00, ALMA MENOR | Em tons de Aguarela.


Tiago Marques - Acordeão
Tiago Morais - Gaita-de-foles



https://www.youtube.com/watch?v=muowvDaTal0

ALMAMENOR.COM
ALMAMENOR.BANDCAMP.COM

Alma Menor nasceu em novembro de 2014, mas o
primeiro contacto entre o acordeão de Tiago Marques e a gaita-de-fole de Tiago Morais ocorreu no já longínquo ano de 2011. O projeto já tinha surgido em conversa e acabou por materializar-se
com a vinda do Tiago Marques para Lisboa, dando início ao projeto de originais. O projeto começou desde o início a assumir-se, repleto de composições originais e arrojadas.
Numa primeira fase, houve experimentações com outros instrumentos, tais como a guitarra, o cavaquinho e a sanfona, mas o som viria a concentrar-se na sonoridade distinta da gaita-de-fole, adquirindo uma nova dimensão com o acordeão, repleto de tonalidades graves e rítmicas na sua mão esquerda, e um parceiro invejável nas melodias da sua mão direita.
Para completar a nossa visão, convidámos alguns dos melhores músicos na cena musical portuguesa. Cada um deles, à sua maneira, incorporou a sua linguagem musical no nosso trabalho, marcando indelevelmente o nosso percurso e a nossa experimentação musical.

É a partir do encontro entre a sonoridade forte e vibrante da gaita de fole com a riqueza de timbres do acordeão, na procura da complementaridade entre estes através de acentuações, quebras rítmicas, alternância entre tensão e sossego, melodia e
harmonia, que nasce Alma menor. Alma Menor é ainda um nome baseado no conceito da sua própria música, o resultado da combinação de dois instrumentos que marcaram a etnografia
musical portuguesa, e ao mesmo tempo arriscando outras sonoridades improváveis.
Dois músicos que procuram a sua inspiração na mais variada música do mundo, desafiando os limites da imaginação, não raras vezes, numa contradição surpreendente e emocionante.
Em suma, uma fusão que bebe de valsas, tangos, klezmer, música étnica, jazz e claro, da música tradicional portuguesa.


Bilhete: 5 ♪ | Sócios: 3 ♪

Organization:
MNM/DGPC
Local:
Museu Nacional da Música, Lisboa