Skip Navigation

Exhibitions Até 10 de janeiro de 2021

Exposição «Almada Negreiros e os Painéis. Um retábulo imaginado para o Mosteiro da Batalha»

A nova exposição a apresentar na Sala do «Tecto Pintado» do MNAA, de 15 de outubro de 2020 a 10 de janeiro de 2021, assinala o início de uma grande campanha de restauro dos Painéis de São Vicente, atribuídos ao pintor Nuno Gonçalves, coincidindo com a efeméride dos 50 anos da morte do pintor José de Almada Negreiros (1893-1970), que sobre esta obra nos deixou importantes contributos teóricos.

O comissariado está a cargo de Simão Palmeirim, com a colaboração do investigador Pedro Freitas. A apresentação à comunicação social está marcada para dia 15 de outubro, às 11h.

Deve-se a Almada Negreiros, fruto da sua análise da perspectiva do pavimento de ladrilhos dos painéis, a atual disposição retabular adotada no MNAA. Almada Negreiros interessara-se pelos Painéis de S. Vicente desde os anos 20 do século passado, voltando a esta pesquisa na década de 50, agora com claro reflexo sobre a sua própria pintura. Descobertos no final do século XIX, foram expostos no Museu Nacional de Arte Antiga pela primeira vez, depois de restaurados, em 1910, ao tempo apresentados como dois trípticos. A ideia que Almada desenvolveu nos últimos estudos, já da década de 50, era a de que toda a obra atribuída a Nuno Gonçalves provinha de um único retábulo formado por 15 painéis que teria sido projetado para a Capela do Fundador do Mosteiro da Batalha. Publicou então, em algumas entrevistas, uma série de imagens a ilustrar essa hipótese, incluindo desenhos, fotografias e fotomontagens.

Alguns dos trabalhos visuais que o artista preparou para apoio das suas teses podem ser vistos, pela primeira vez, em 2020, no Museu Nacional de Arte Antiga e no Mosteiro da Batalha, monumento onde decorrerá, em simultâneo, uma exposição dedicada também ao trabalho analítico de Almada Negreiros.

Comissariada por Simão Palmeirim, com a colaboração do investigador Pedro Freitas, a exposição do MNAA propõe uma reflexão sistemática sobre o contexto da produção destes estudos no próprio percurso intelectual de Almada Negreiros, a sua metodologia de trabalho bem como as implicações das suas (re)construções num entendimento global da obra de arte, que cria submetida a um conhecimento geométrico ao qual chamou Cânone.

O catálogo conta com textos destes investigadores, bem como do também investigador e jornalista António Valdemar e dos responsáveis pelo restauro de uma obra inédita, levado a cabo no Instituo José de Figueiredo, para a exposição.

Visite o MNAA em segurança – CLEAN & SAFE

Os Museus, Palácios e Monumentos nacionais tutelados pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), onde se inclui o Museu Nacional de Arte Antiga, associaram-se à campanha do Turismo de Portugal com a atribuição do selo “Clean & Safe” que certifica o cumprimento de todos os requisitos definidos pela Direção-Geral de Saúde.

COVID-19 | REGRAS PARA VISITAR O MUSEU EM SEGURANÇA . Use sempre a máscara; . Desinfete as mãos no início e no fim da visita; . Ao caminhar, mantenha uma distância de 2 metros das outras pessoas; . Família/pessoas coabitantes podem fazer a visita em conjunto (máximo de 6 pessoas); . Evite tocar nas várias superfícies; . Evite formar grupos; . Siga as orientações que sejam dadas pelos funcionários.

Outras informações importantes . Desinfetante de mãos de base alcoólica disponível nas entradas, no acesso às salas de exposição, loja e restaurante; .

Cadeira de rodas disponível na entrada (higienizada após cada utilização).

Acesso às Salas de Exposição

O acesso ao Museu está atualmente condicionado à capacidade do espaço:

- Rácio de 1 pessoa por cada 20m2;

- Distanciamento de 2 metros entre pessoas não coabitantes.

O MNAA e o seu restaurante respeitam todas as orientações e regras de higienização e prevenção previstas pela DGS - Direção Geral de Saúde. As condições de visita poderão ser alteradas em qualquer momento mediante novas orientações governamentais.

Organization:
MNAA/DGPC
Local:
Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa