Skip Navigation

Concursos 07/07/2020

“O Cão de Muge – um amigo pré-histórico” vence 1º prémio (ex-aequo) de curtas científicas no concurso internacional Ciencia en Acción 2020

“O Cão de Muge – um amigo pré-histórico” vence 1º prémio (ex-aequo) de curtas científicas no concurso internacional Ciencia en Acción 2020 – Modalidade Materiais Didácticos de Ciência, Trabalhos de Divulgação Científica e Curtas CientíficasEste foi um concurso internacional dirigido a estudantes, professores, investigadores e divulgadores da comunidade científica.

A curta metragem “O Cão de Muge – um amigo pré-histórico” foi criada em 2018. Este filme de animação digital reflete a feliz fusão entre o cinema e a ciência. Conta a história de um cão com cerca de 7.600 anos. O mais antigo esqueleto quase completo de que há registo na Península Ibérica. O seu esqueleto foi encontrado por arqueólogos no final do século XIX em Muge, Portugal. Mais recentemente foi alvo de um estudo detalhado com as mais avançadas tecnologias ao dispor: de datação por radiocarbono, de análise de isótopos, de genómica e de imagiologia, que permitiram a interpretação da sua vida e morte. Esta é uma história de zooarqueologia. "O Cão de Muge – um amigo pré-histórico” é um filme de divulgação científica que combina criatividade e beleza.

Este filme já tinha sido distinguido anteriormente e tem a chancela UNESCO- CUISC (Clube UNESCO Som e Criatividade integrado no Departamento de Cinema da ECATI-Escola de Comunicação Arquitectura, Artes e Tecnologias da Informação da Universidade Lusófona de Humanidades e Teconologias)

 

Pode ser revisto aqui e está ainda legendado em inglêsfrancês e castelhano.

 

Autores: Ana Elisabete Pires, Cleia DetryCatarina GinjaInês
CarrilhoMaria VieiraJoana Manarte Ricardo Matos.

 

Entidades envolvidas:

·       Museu Geológico de Lisboa

·       Laboratório de Arqueociências, Direcção Geral do Património Cultural

·       Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa

·       Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos/Rede de Investigação em Biodiversidade e Biologia Evolutiva (CIBIO/InBIO) da Universidade do Porto – grupo ArchGen

·       Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, IP – Unidade de Biotecnologia e Recursos Genéticos

·       Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias: Faculdade de Medicina Veterinária e Escola de Comunicação Arquitectura, Artes e Tecnologias de Informação

 

Contacto: ana.elisabete.pires@gmail.com