Skip Navigation

Museums and Monuments 10/20/2020

O investigador espanhol Antonio Muñoz-Sánchez, visita o Museu Nacional Resistência e Liberdade

O Museu Nacional Resistência e Liberdade, na Fortaleza de Peniche, recebeu a visita do investigador espanhol Antonio Muñoz-Sánchez, do Instituto de Ciências Sociais (ICS) da Universidade de Lisboa, que tem realizado importantes pesquisas sobre os portugueses deportados para os campos de concentração nazis durante a II Guerra Mundial.
No seu trabalho cruzou-se com o relógio do português Paulo da Silva, preso n.º 31228 do campo de concentração de Neuengamme. Esta peça, que esteve guardada durante décadas no arquivo alemão Arolsen, está agora em depósito no Museu Nacional Resistência e Liberdade. Conta-nos uma incrível história de vida, sofrimento e resistência, simbolizando a importância da Memória na construção consciente de um Futuro melhor.