Skip Navigation

Projetos 08/06/2019

Integração do arquivo dos Arquitetos Pedro Viana Botelho e Rosário Beija no Forte de Sacavém (SIPA)

A integração do arquivo dos Arquitetos Pedro Viana Botelho e Maria do Rosário Beija no acervo arquivístico do Forte de Sacavém (SIPA), sob a tutela da Direção-Geral do Património Cultural, insere-se numa política de salvaguarda e valorização de colecções e espólios documentais produzidos por entidades com actividade relevante nos domínios da Arquitectura, Engenharia, Urbanismo, Artes Plásticas e Design contemporâneos.

 

Esta integração ocorreu no dia 01 de agosto de 2019, vindo, assim, ampliar o conjunto de 36 espólios já integrados no Forte de Sacavém (SIPA).

 

Este arquivo tem como âmbito cronológico 1980-2011. É constituído por diversas unidades arquivísticas, nas quais se integram fotografias, desenhos técnicos, esboços e esquissos. Esta variedade de registos encontra-se associada a uma riqueza e diversidade de conteúdos, representativos das várias vertentes da actividade artística, científica e técnica dos seus autores nos domínios da Arquitectura.

 

A documentação é referente a diversos projectos e obras decorrentes de encomendas privadas e públicas em vários pontos do país, e na cidade de Lisboa.

 

Dos trabalhos efetuados, destacamos EPUL Restelo, Empreendimento Laveiras/Caxias, Metro do Caos do Sodré, Escola Secundária de Pedro Nunes, Escola Secundária de Diogo de Gouveia, em Beja, e o Complexo de Couros, em Guimarães.

 

A consulta desse arquivo será facultada ao público, designadamente através de meios electrónicos, à medida que o seu tratamento arquivístico e a sua digitalização forem sendo concretizados.