Skip Navigation
Património Industrial > Indústria

Séc. XIX - Fábrica de Cerâmica da Viúva Lamego

Designação

Fábrica de Cerâmica da Viúva Lamego

Localização - Freguesia / Concelho / Distrito

Anjos / Lisboa / Lisboa

Função

Produção de cerâmica

Época

Século XIX (1865)

  • Cave do Forno de Vidro I e envolvente durante a escavação

Caracterização

Fundada por António da Costa Lamego, que em 1849 instalou uma oficina de olaria no sítio do Intendente. Após a morte do seu fundador passou a designar-se comercialmente por "Viúva Lamego". Todo o prédio forrado a azulejos que torneja para a Av. Almirante Reis constituía a zona de oficinas. Mais tarde, toda a produção fabril deslocou-se para a Palma de Baixo (Lisboa).

A sua produção abarcava faianças, cerâmicas artísticas e azulejos. Mantém actualmente, no Largo do Intendente, a loja de vendas, edifício que se encontra classificado, destacando-se pelo seu revestimento azulejar.

Classificação

I.I.P., Decreto Nº 95/78 de 12-9