Saltar para o conteúdo principal da página

Atividades diversas 13 a 15 de outubro

Bienal AR&PA – Bienal Ibérica do Património Cultural

Entre os dias 13 e 15 de outubro irá decorrer no centro histórico de Amarante a Bienal AR&PA – Bienal Ibérica do Património Cultural.

A Bienal de 2017 irá trabalhar desta vez não somente um equipamento, mas todo o centro histórico de uma cidade: entre 13 e 15 de Outubro, estarão reunidos cerca de 100 expositores, entre entidades portuguesas e espanholas, realizar-se-ão vários workshops, debates e um seminário internacional, bem como todos os profissionais e visitantes poderão fruir de uma diversificada programação cultural complementar dirigida ao público generalista, às Famílias e aos mais novos.

A DGPC irá também marcar presença neste evento cultural, com o stand Origens, onde irá decorrer um Workshop interactivo pelo Museu Nacional de Arqueologia.

A Bienal AR&PA – Bienal Ibérica do Património Cultural tem por objetivo a promoção, valorização e visibilidade do sector do Património Cultural, através da agregação dos diversos agentes e stakeholders que atuam no sector, tais como:

  • ateliers de design e arquitetura;

  • projetos de I&D;

  • formação especializada;

  • touring cultural e paisagístico;

  • mediação cultural;

  • conservação & restauro;

  • reabilitação urbana;

  • novas tecnologias;

  • serviços públicos;

  • projetos de cooperação internacional;

  • museologia;

  • projetos integrados de base territorial;

Para além desta dimensão, a Bienal procura igualmente ser um evento onde são explorados serviços, produtos e atividades complementares com base nos recursos patrimoniais, demonstrando como o património cultural pode ser uma fonte inesgotável de inspiração para matérias lúdicas e pedagógicas.

Após três edições da Feira do Património em Portugal – evento concebido e organizado pela Spira - revitalização patrimonial – (em 2013, no Museu de Arte Popular, Lisboa; em 2014, na Casa de Memória, Guimarães; em 2015, no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, Coimbra), a Feira do Património alcançou uma dimensão ibérica, fundindo-se com o evento espanhol AR&PA - Bienal de la Restauración y Gestión del Património. 

 

O evento, agora denominado Bienal Ibérica de Património Cultural, ocorre doravante de forma alternada entre Portugal (sempre itinerante) e Espanha (em Valladolid): a edição de 2017, dedicada do tema da Gestão Patrimonial, é a primeira edição neste novo formato e é promovida pela Rota do Românico, co-promovida pela Junta de Castela e Leão do lado espanhol e organizada pela Spira. A Bienal conta com a Direcção-Geral do Património Cultural e a AICEP Portugal Globalcomo parceiros institucionais, assim como com a Fundação Millennium bcp na qualidade de parceiro premium, entre outras variadas parcerias e apoios. A Bienal Ibérica viu-lhe ser reconhecido o Alto Patrocínio da Presidência da República.

 

Assim, agora com escala ibérica, a Bienal de 2017 terá lugar no Centro Histórico de Amarante, trabalhando desta vez não somente um equipamento, mas todo o centro histórico de uma cidade: entre 13 e 15 de Outubro, estarão reunidos cerca de 100 expositores, entre entidades portuguesas e espanholas, realizar-se-ão vários workshops, debates e um seminário internacional, bem como todos os profissionais e visitantes poderão fruir de uma diversificada programação cultural complementar dirigida ao público generalista, às Famílias e aos mais novos.



SOBRE A FEIRA DO PATRIMÓNIO

A Feira do Património promovida pela Spira decorre directamente da plataforma online de informação com edição de conteúdos audiovisuais e escritos sobre Património Cultural, a patrimonio.pt (a Spira é a detentora da marca “património” em Portugal). A Feira teve a sua primeira edição em 2013 em Lisboa, no Museu de Arte Popular, com o tema Economia do Património, contando com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, da DGPC e do Turismo de Portugal. A Fundação Millennium bcp é a sponsor fundacional do evento. A Associação Mundo Património centrada na mediação cultural é parceira do evento deste o primeiro momento. 
 

Em 2014, a Feira decorreu em Guimarães, com o tema Comunicar Património, e contando com a Câmara local como parceira estratégica, a DGPC e, de novo, o Turismo de Portugal. Nesse ano, para além da Fundação Millennium bcp, juntou-se ainda o apoio institucional da AICEP no arranque de uma procura de internacionalização do evento e dos agentes nele participantes. De igual modo, nesta segunda edição, o evento contou com o Alto Patrocínio do Presidente da República e com o apoio destacado da Comissão Nacional da Unesco. Foi igualmente neste ano que se celebrou o convénio entre a Feira do Património de Portugal e a Bienal AR&PA (representados pela Spira e pela Direcção General do Património Cultural da JC&L, respectivamente), almejando a criação de um verdadeiro evento ibérico. 
 

Em 2015, a Feira teve lugar em Coimbra, contando com o apoio da Direcção Regional da Cultura do Centro, da Câmara Municipal de Coimbra, da Universidade de Coimbra e do Turismo do Centro – num claro reforço da base regional e local do evento, não fosse ele um evento disruptivo itinerante. Os parceiros nacionais mantiveram-se, tendo sido esta também a primeira ocasião na qual a Feira obteve financiamento comunitário já que, até então, o investimento foi suportado maioritariamente pela Spira, pelo sponsorphip da Fundação Millennium bcp e ainda por um pequeno apoio do Turismo de Portugal.
 

A 3ª edição, decorrendo de 9 a 11 de Outubro de 2015, no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, em Coimbra, contou pela primeira vez com a participação de um país convidado, os Emirados Árabes Unidos, em resultado de diligências efectuadas conjuntamente com a AICEP junto da Embaixada dos EAU em Portugal. 
 

Os três dias do evento reuniram 72 entidades presentes (espaço lotado e lista de espera) 36 entidades públicas, 36 entidades privadas, representando um aumento de 90% relativamente à edição anterior.
 

O número de visitantes registou um crescimento de praticamente 172% relativamente a 2014 - cerca de 8600 pessoas visitaram a Feira durante os três dias do certame.

Organização:
Spira - revitalização patrimonial
Local:
Centro histórico de Amarante