Saltar para o conteúdo principal da página

Museu Bernardino Machado

O Museu Bernardino Machado tem como visão ser um fórum modelar de pensamento e ação de índole demopédico e prospetivo, inspirando os visitantes a desempenharem um papel ativo na formação do futuro. A sua missão é convocar a história e a memória como agentes do conhecimento, fomentar o diálogo e a ação comunicacional, promover a liberdade de pensar, a sociabilidade, o homem como "projeto" (e não mero "objeto"), o personalismo e a cidadania.

O Museu Bernardino Machado está situado no Palacete Barão da Trovisqueira, em Vila Nova de Famalicão, mandado construir por José Francisco da Cruz Trovisqueira e concluído em 1857. Aqui foram recebidos o rei D. Pedro V, o rei D. Luís I e a rainha D. Maria Pia.

A ideia de homenagear Bernardino Machado com um Museu Municipal nasceu em 1983. Assim, a 30 de setembro de 1988, a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão comprou o palacete já bastante degradado e a ameaçar ruína, tendo definido como prioridade a reabilitação faseada do edifício, cujas linhas arquitectónicas e artes decorativas caracterizam, de forma singular, as construções típicas do brasileiro “torna-viagem”. Em 1995, após a Mostra Nacional do acervo de Bernardino Machado, doado pelos seus familiares ao município, a Câmara decidiu criar aí o Museu Bernardino Machado, dignificando assim a memória do ilustre estadista, “famalicense de coração”. Ainda nesse ano foi elaborado o Programa Museológico com uma vasta atividade de organização, inventariação, catalogação do acervo depositado em arquivo, exposições temporárias, colóquios e seminários, edição de materiais didático-pedagógicos.

O Museu Bernardino Machado abriu as portas ao público, com a sua exposição permanente, em 15 de dezembro de 2001, destacando-se aí as várias facetas de Bernardino Machado e a cena política local e nacional (1835-1944).

 

Conteúdos editados pela DGPC/DMCC.

Contactos e
Localização

Tutela:
Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão
Director(a):
Norberto F. da Cunha (coord. científica) José A. Leite e Isabel Dias (coord. técnica e admin.)
Endereço:
Palacete Barão de Trovisqueira - Rua Adriano Pinto Basto, 75 - 4760-114 Vila Nova de Famalicão
GPS:
Lat: 41,4076971 Long: -8,51937989999999
Telf(s):
+351 252 377 733
E-mail:
museu@bernardinomachado.org

Estacionamento: Estacionamento próprio

Terça a sexta-feira das 10h00 às 17h30;

Sábado e domingo das 14h30 às 17h30.

Encerrado ao público à segunda-feira e feriados.

Ingresso

Gratuito

Acolhimento

Loja e sala de leitura

Exposição permanente Bernardino Machado

Arquivo/Fundo Particular Bernardino Machado: Acervo documental pertencente a Bernardino Machado, constituído por cerca de 120 m/l de documentação (correspondência, diplomas, arquivo de imprensa, fotografias; apontamentos pessoais, livros, etc.)

Centro de Documentação/Biblioteca: Especialização maioritariamente política

Atividades: visitas guiadas, visitas-oficinas e peddy-papers.

Responsável: Isabel Dias e José Leite

1ª Grande Guerra - I e II Volume; À Descoberta de Bernardino; A Igreja e o Estado em Portugal; A 1ª Guerra e as suas Repercussões em VN de Famalicão; A Universidade e a Nação; Afetos e Cumplicidades; B.M. e o Brasil (1910-1926); B.M. Homem de Ciência, também Professor de Antropologia; B.M. na Universidade de Coimbra - 150 anos; B.M. Protagonista de Mudança; Barão de Trovisqueira "Reencontro"; Boletim Cultural 5 - Homenagem Nacional; Candidatos da Oposição à Assembleia Nacional do Estado Novo; Caricaturas de B.M. – Catálogo; Cartas de Vicente José Cruz Trovisqueira; Comemorações do 5 de Outubro; Descentralização e Municipalismo; Dicionário dos Expedicionários Famalicenses; Europa, Globalização e Multiculturismo; Catálogo da Exposição Permanente; Memórias da Inspecção Geral das Bibliotecas e Arquivos; Momentos de Oposição em Famalicão I; Momentos de Oposição em Famalicão II; Momentos de Resistência; Mostra Nacional B.M. Catálogo; O Homem, O Cientista, O Político e o Pedagogo; Obras I – Ciência; Obras II - Pedagogia - Tomo 1, 2 e 3; Obras III - Politica - Tomo 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 (1ª parte) e 7 (2ª parte); Os "Brasileiros" da Emigração; Os Partidos Políticos e a I República - o caso de VN de Famalicão; Pedagogia e Educação em Portugal XX e XXI; Pela Liberdade; Vinte Cinco Anos do 25 de Abril.

TM 17junho14 =IMC pq museu não respondeu atualização

Agenda Cultural

Última actualização: 14 Abril 2021

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 159 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC