Saltar para o conteúdo principal da página

Museu Monográfico de Conimbriga - Museu Nacional

O Museu Monográfico de Conimbriga tem como missão tutelar as Ruínas, promover a sua exposição ao público e prosseguir a investigação arqueológica; o seu acervo é exclusivamente composto pelos materiais arqueológicos recolhidos na cidade. A atual exposição permanente apresenta os objetos de uso quotidiano, dispostos por tema, evoca o forum monumental, a riqueza das domus, a pujança do seu comércio, a religião e crendices da população romanizada e a presença suevo-visigótica. Os mosaicos, preservados in situ, constituem uma grande e importante coleção muito apreciada pelos visitantes. A Casa dos Repuxos, possui uma área pavimentada de mosaico com 569 m2, importantes vestígios de pintura mural, um peristilo central ajardinado com um lago e jogos de água que o tornam único.

As Ruínas da cidade romana de Conimbriga são conhecidas, desde o século XVI. Em 1873, o Instituto de Coimbra criou uma secção e um Museu de Arqueologia e deu início ao estudo de Conimbriga. Em 1899, efetua as primeiras sondagens de vulto, desenha a planta do oppidum, executa os primeiros levantamentos de mosaicos. A partir de 1929 iniciam-se escavações em Conimbriga e com a realização do XI Congresso Internacional de Antropologia e Pré-História, em 1930, o Estado adquire os primeiros terrenos. Nos anos quarenta e cinquenta são realizadas obras de reconstituição e consolidação das ruínas. O Museu Monográfico de Conimbriga foi criado em 1962.

Conteúdos editados pela DDCI.

Contactos e
Localização

Tutela:
DGPC
Director(a):
Virgílio Hipólito Correia
Endereço:
Conímbriga 3150-220 - Condeixa-a-Velha
GPS:
Lat: 40,09827204137743 Long: -8,49027815208433
Telf(s):
+351 239 941 177
Fax(s):
+351 239 941 474
E-mail:
geral@conimbriga.dgpc.pt
Site:
http://www.conimbriga.pt/

Como chegar: Acessos rodoviários: A1 (saída Condeixa com sinalização Conímbriga). IC8 (acesso sinalizado). Autocarros: desde Coimbra - Conímbriga é servida por autocarros através do IC 6 (Condeixa-Tomar).

Estacionamento: Estacionamento automóveis, junto ao equipamento. Capacidade: 200 Preço: Gratuito Estacionamento para autocarros, junto ao Museu. Capacidade: 20/30 Preço: Gratuito

Acessibilidade: O museu não tem barreiras arquitectónicas que impeçam o acesso a deficientes. As Ruínas poderão ser parcialmente visitadas.

O Museu e as Ruínas estão abertos todos os dias, entre os meses de março e outubro das 10h00 às 19h00 (última entrada às 18h30).

Entre os meses de novembro e fevereiro o encerramento é às 18h00 ( última entrada às 17h30).

Encerrado: 1 de janeiro, domingo de Páscoa, 1 de maio, 24 de julho, 24 e 25 de dezembro.

Ingresso

Bilhete normal: 4,50 €

Bilhética geral DGPC - consulte aqui

Bilhética on-line DGPC - adquira aqui

Condições de ingressos no Museus e Monumentos da DGPC - consulte aqui

Isenções:

Entrada gratuita aos domingos e feriados até às 14h00 para todos os cidadãos residentes em território nacional.

. Crianças e jovens até aos 12 anos inclusivé*
. Visitantes em situação de desemprego residentes na União Europeia*
. Visitantes com mobilidade reduzida (60% de incapacidade comprovada documentalmente) e 1 acompanhante.
. Membros do ICOM, ICOMOS e APOM
. Investigadores, /conservadores/restauradores, profissionais de museologia e/ou património em exercício de funções *
. Associações culturais (Exclusivamente para os associados de Grupos de Amigos dos Museus, Monumentos e Palácios da DGPC (esta isenção restringe-se apenas ao equipamento cultural onde o visitante for membro do Grupo de Amigos)*
. Voluntários em exercício na Direção-Geral do Património Cultural e 1 acompanhante*
. Jornadas Europeias do Património (Domingo)
. Dia Internacional dos Monumentos e Sítios - 18 de Abril (Exclusivamente para os Monumentos sob tutela da DGPC)
. Dia Internacional dos Museus - 18 de Maio (Exclusivamente para os museus e palácios sob a tutela da DGPC)
. Noite dos Museus e 5ªas á Noite (No acesso às atividades organizadas no âmbito do respetivo programa organizado pela DGPC)
. Profissionais de atividade turística mediante apresentação de comprovativo de registo no RNAAT
. Jornalistas em exercício de funções* mediante comunicação prévia
. Funcionários da DGPC* e 3 acompanhantes
. Professores e alunos de qualquer grau de ensino, incluindo Universidades Sénior ou de 3ª Idade, quando comprovadamente em visita de estudo e mediante marcação prévia confirmada pela Direção do SD*
. Grupos credenciados de Instituições Portuguesas de Solidariedade Social ou de Áreas de Ação Social de Autarquias ou outras Instituições de Interesse Público mediante autorização prévia da Direção da DGPC

* Mediante comprovação documental.

Descontos:

Visitantes com idade igual ou superior a 65 anos* - 50%
Cartão de estudante não enquadrado em visita de estudo - 50%
Cartão Jovem - 50%
Bilhete Família (a partir de 4 elementos com ascendência directa de 1º grau ou equiparado) - 50%
Protocolos com entidades terceiras - 20%
Aquisições superiores a 250 bilhetes por tipologia e com antecipação mínima de 48h - 7,5%
Aquisições superiores a 500 bilhetes por tipologia e com antecipação mínima de 48h - 10%
Aquisições superiores a 1000 bilhetes por tipologia e com antecipação mínima de 48h - 15%

* Mediante comprovação documental.

Bilhetes Circuito
Circuito Romanização: Ruínas de Conímbriga, Ruínas do Rabaçal, Ruínas de Santiago da Guarda (Ancião) - 5,50 €

NORMAS GERAIS
É obrigatória marcação prévia para grupos superiores a 50 pessoas.
Os descontos de quantidade não se aplicam a Bilhetes de Circuito.
Todos os descontos aplicados a bilhetes individuais são aplicáveis a Bilhetes de Circuito e a visitas guiadas com exceção das visitas guiadas fora do horário de funcionamento.
Os vouchers emitidos na aquisição antecipada de bilhetes têm a validade de 1 ano.
Os descontos não são acumuláveis.
É proibido fumar ou comer em qualquer local do circuito de visita.

Acolhimento;

Restaurante;

Loja;

Serviços Educativos;

Centro de Documentação / Biblioteca - espólio documental: Arqueologia / Conservação e Restauro/ Património;

Auditório: 100 lugares (dispõe de projetor de diapositivos, equipamento de gravação e possibilidade de tradução em simultâneo).

Disponibiliza, através de marcação prévia, atividades de carácter lúdico e pedagógico, assim como, promove, quando solicitado, um acompanhamento na preparação de visitas de estudo, nomeadamente, aconselhamento e fornecimento de materiais didáticos. As atividades estão condicionadas a um máximo de 35 pessoas por grupo.


Consulte aqui:

 

             (atividades em destaque jan./jun. 2017)


Contactos /reservas:

Humberto Rendeiro e Paulo Alves (Responsáveis)

Tel.: +351 293 941 177;

Fax: +351 239 941 474;

E-mail: visitas@conimbriga.pt 

  • Alarcão, Adília, Museu Monográfico de Conimbriga – Colecções, 1994 
  • Alarcão, Adília, Museu Monográfico de Conimbriga – Catalogue, 2000 
  • Alarcão, Adília, Roteiros da Arqueologia Portuguesa 2 - Museu Monográfico de Conimbriga, 2002 
  • Alarcão, Adília e Ribeiro, José, Fichas Didácticas, Museu Monográfico de Conimbriga, s/d 
  • Alarcão, Adília, Conimbriga Guia para a visita das ruínas, s/d 
  • Alarcão, Adília, Conimbriga Guide for a visit to the ruins, s/d 
  • Alarcão, Jorge, Etienne R., Fouilles de Conimbriga (7 vol.) 1977 
  • Alarcão, Jorge e. Etienne, R., Golvin, J. C. A Maquete, 1994 
  • Alarcão, Jorge, O Chão Escutado,1999 
  • AAVV, “ Museus de Portugal - Museu Monográfico de Conimbriga”, in Público, VIII/0 
  • AAVV, Actas do V Congresso, 1994 
  • Pessoa, Miguel, Crianças de Hoje e de Ontem no Quotidiano de Conimbriga, 2000.

 

Última actualização: 20 Outubro 2017

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 146 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC