Saltar para o conteúdo principal da página

Notícias 05/04/2017

Anunciados os vencedores do Prémio da União Europeia para o Património Cultural / Prémios Europa Nostra 2017 | 2 projetos de Portugal selecionados

A Comissão Europeia e a Europa Nostra, representada em Portugal pelo Centro Nacional de Cultura, anunciaram hoje os vencedores do Prémio da União Europeia para o Património Cultural / Prémios Europa Nostra 2017, o mais importante prémio europeu no domínio do património.
Os 29 vencedores de 18 países foram distinguidos pelos seus contributos exemplares em conservação, investigação, serviço dedicado ao património, e educação, formação e sensibilização.
Entre os premiados encontram-se duas iniciativas portuguesas: a reabilitação da Igreja e Torre dos Clérigos no Porto e o Mestrado em Análise Estrutural de Monumentos e Construções Históricas, programa Europeu coordenado em Guimarães. Júris constituídos por peritos independentes analisaram um total de 202 candidaturas, apresentadas por organizações e indivíduos de 39 países de toda a Europa, e selecionaram os vencedores.

 

 

A partir de agora, cidadãos de todo o mundo podem votar online<http://vote.europanostra.org/> para o Prémio do Público e angariar apoios para o(s) projeto(s) do seu país ou de outro país da Europa. Os votantes poderão ganhar uma viagem para duas pessoas à Finlândia e ser um convidado especial na Cerimónia de entrega dos Prémios Europeus do Património, que será realizada na cidade histórica de Turku no dia 15 de maio. Durante a cerimónia, serão anunciados os sete vencedores do Grande Prémio, recebendo cada um 10.000 euros, e também o vencedor do Prémio do Público, escolhidos entre os 29 premiados deste ano.

Os vencedores do Prémio da UE para o Património Cultural / Prémio Europa Nostra 2017 serão celebrados durante um evento de alto nível, que conta com a participação do Comissário da UE Tibor Navracsics e do Maestro Plácido Domingo, no final da tarde de 15 de maio na Igreja de São Miguel em Turku. A Cerimónia dos Prémios Europeus do Património reunirá cerca de 1.200 pessoas, incluindo profissionais do património, voluntários e apoiantes de toda a Europa, bem como representantes de alto nível das instituições da UE, do país de acolhimento e de outros Estados-Membros.

Os vencedores também apresentarão as suas iniciativas exemplares durante a Feira de Excelência, no dia 14 de maio, na Sala Sigyn do Conservatório de Música de Turku, e participarão em vários eventos no Congresso do Património Europeu<http://europanostra.org/european-heritage-congress/> em Turku (11-15 de Maio). Organizado pela Europa Nostra, o Congresso proporcionará uma plataforma inspiradora para debater os últimos desenvolvimentos europeus relacionados com o património, com especial destaque para o Ano Europeu do Património Cultural 2018. 

As candidaturas para a edição 2018 dos Prémios podem ser submetidas de 15 de Maio a 1 de Outubro de 2017 através do sítio da internet<http://www.europeanheritageawards.eu/> dedicado aos Prémios. 

 

CONTACTOS DE IMPRENSA

Europa Nostra

Joana Pinheiro, jp@europanostra.org<mailto:jp@europanostra.org>, +31 70 302 40 55 Elena Bianchi, eb@europanostra.org<mailto:eb@europanostra.org>, +31 70 302 40 58 Comissão Europeia Nathalie Vandystadt nathalie.vandystadt@ec.europa.eu<mailto:nathalie.vandystadt@ec.europa.eu>, +32 2 2967083<tel:%2B32%202%202967083> Joseph Waldstein joseph.waldstein@ec.europa.eu<mailto:joseph.waldstein@ec.europa.eu>, +32 2 2956184 Centro Nacional de Cultura Representação da Europa Nostra em Portugal Teresa Tamen, ttamen@cnc.pt<mailto:ttamen@cnc.pt>, +351 21 346 67 22 Igreja e Torre dos Clérigos Dr. Luís Pedro Martins, luispedromartins@torredosclerigos.pt<mailto:luispedromartins@torredosclerigos.pt> +351 222 001 729, +351 913 463 852 Mestrado Avançado em Análise Estrutural de Monumentos e Construções Históricas Paulo B. Lourenço pbl@civil.uminho.pt<mailto:pbl@civil.uminho.pt>, +351 967 641 701

 

PARA SABER MAIS

Sobre cada projeto vencedor:

informação e comentários dos júris<http://www.europeanheritageawards.eu/winners/>,

fotografias em alta resolução<https://www.flickr.com/photos/europanostra/albums/72157681416179225> e vídeos<https://www.youtube.com/user/EuropaNostraChannel>

Twitter: @europanostra<http://twitter.com/europanostra>

website Europa Criativa<http://ec.europa.eu/programmes/creative-europe/index_en.htm>

Twitter: @europe_creative<https://twitter.com/europe_creative>

website do Comissário Navracsics<http://ec.europa.eu/commission/2014-2019/navracsics_en>

www.cnc.pt<file:///C:/Users/PBL/Documents/UMinho/Mestrado%20Internacional/Europa%20Nostra/Press%20Release/www.cnc.pt>

www.torredosclerigos.pt<http://www.torredosclerigos.pt/pt/>

www.msc-sahc.org<file:///C:/Users/PBL/Documents/UMinho/Mestrado%20Internacional/Europa%20Nostra/Press%20Release/www.msc-sahc.org>

 

Vencedores 2017

(listados por ordem alfabética de país)

Categoria Conservação

▪ St. Martin’s Chapel in Stari Brod, near Sisak, CROATIA ▪ Baroque Complex and Gardens in Kuks, Hradec Králové region, CZECH REPUBLIC ▪ Ancient city of Karthaia, Island of Kea, GREECE ▪ Bastion of the Grand Master's Palace in Rhodes, GREECE ▪ White Pyramid in Rome, ITALY ▪ The King’s Road across Filefjell, NORWAY ▪ The Clérigos’ Church and Tower in Porto, PORTUGAL ▪ Cultural Palace in Blaj, Transylvania region, ROMANIA ▪ Cap Enderrocat Fortress, Mallorca, SPAIN ▪ Roof for the ruins of the Monastery of San Juan in Burgos, SPAIN ▪ Cromford Mills: Building 17, Derbyshire, UNITED KINGDOM

 

Categoria Investigação

▪ Rode Altarpiece Research and Conservation Project, Tallinn, ESTONIA ▪ ‘Carnival King of Europe’, San Michele all’Adige, ITALY ▪ Museum Piranesi’, Milan, ITALY ▪ Bosch Research and Conservation Project, ‘s-Hertogenbosch, THE NETHERLANDS

 

Categoria Serviço Dedicado ao Património ▪ Mr. Ferdinand Meder, Zagreb, CROATIA ▪ Mr. Jim Callery, County Roscommon, IRELAND ▪ The Norwegian Lighthouse Society, NORWAY ▪ Mr. Zoltán Kallós, Transylvania region, ROMANIA

 

Categoria Educação, Formação e Sensibilização ▪ Erfgoedplus: Online heritage platform, Hasselt, BELGIUM ▪ Centre of Visual Arts and Research, Nicosia, CYPRUS ▪ Educational programme for Czech cultural heritage, Telc, Vysočina region, CZECH REPUBLIC ▪ Paavo Nurmi Legacy project, Turku, FINLAND ▪ Heritage Crafts Initiative for Georgia, Tbilisi, GEORGIA ▪ Cultural Heritage and Barrier-free Accessibility project, Berlin, GERMANY ▪ ilCartastorie: Storytelling in the archives, Naples, ITALY ▪ Jewish Cultural Heritage: Educational programme, Warsaw, POLAND ▪ Advanced Master in Structural Analysis of Monuments and Historical Constructions, European programme coordinated in Guimarães, PORTUGAL ▪ SAMPHIRE: Maritime heritage project in western Scotland, UNITED KINGDOM

 

Foram também atribuídos Prémios Europa Nostra a projetos notáveis de dois países europeus que não integram o programa Europa Criativa.

Categoria Conservação: Kılıç Ali Paşa Hamam in Istanbul, TURKEY

 

Categoria Investigação: Philippe Stern’s Collection of Timekeepers, Geneva, SWITZERLAND

Igreja e a Torre dos Clérigos no Porto

 

Antes do início das importantes intervenções, este singular conjunto barroco, localizado no Porto, não garantia a segurança dos visitantes e dos seus funcionários. Um projeto de restauro abrangente, tanto no interior como no exterior, era por isso necessário para preservar e dignificar o monumento mais visitado da cidade, reconhecido por muitos como o seu ex-libris. Todo o projeto de restauro, desde a investigação preliminar à conclusão, foi realizado apenas em dois anos, num esforço exemplar de colaboração entre a Irmandade dos Clérigos, proprietária do conjunto e diversas instituições da cidade: Diocese do Porto, Câmara Municipal do Porto, Universidade do Porto, Universidade Católica, Associação Comercial do Porto, Santa Casa e serviços regionais do Ministério da Cultura.

 

O restauro estendeu-se não apenas ao património arquitetural, mas também ao património móvel e integrado, dentro do qual estão incluídas coleções centenárias de escultura, pintura, paramentos, livros e documentos. Um projeto de conservação alargado que, para abordar uma vasta gama de assuntos, foi realizado em várias áreas: arquitetura, pintura, escultura, mobiliário, metais, têxteis e papel. Este projeto, na amplitude da sua experiência, é um exemplo extraordinário de uma complexa e multifacetada intervenção. Foi muito apreciado pelo júri, comentando que “a abordagem interdisciplinar aplicada a este projeto foi exemplar e recuperou de forma notável este importante marco do centro histórico do Porto, Património Mundial da UNESCO, para as presentes e futuras gerações. A equipa do projeto conseguiu um equilíbrio entre a investigação e as técnicas de restauro tradicionais de alta qualidade, e esta foi sem dúvida uma tarefa complexa”.

 

Os trabalhos de conservação e restauro foram complementados com a musealização do local e o seu património. Isto foi alcançado criando novos espaços de exposição, estabelecendo um percurso expositivo, restaurando a coleção e colocando sinalética de interpretação. “O projeto engrandeceu todo o conjunto e criou coesão entre o edifício e as suas coleções”, observou o júri.

 

Além do mais, o projeto de restauro permitiu que a Igreja dos Clérigos e a Capela de Nossa Senhora da Lapa reabrissem para adoração regular. “O projeto revitalizou a infra-estrutura do complexo e também animou a área circundante, assim como foram realizados significativos esforços para promover o local e aumentar o número de visitantes após o restauro. A recuperação social deste edifício histórico, com a reabertura da Igreja e da Capela para serviços religiosos, também é um exemplo importante para outros locais, pois estes, em primeiro lugar, são edifícios sociais,” acrescentou o júri.

 

Finalmente, o projeto permitiu que o edifício seja hoje inclusivo, sendo 87% do percurso de visita acessível a pessoas de mobilidade condicionada, o que num edifício do séc. XVIII é uma excelente marca.

 

Mestrado Avançado em Análise Estrutural de Monumentos e Construções Históricas, programa Europeu coordenado em Guimarães

O Mestrado Avançado em Análise Estrutural de Monumentos e Construções Históricas é um programa de mestrado de um ano organizado conjuntamente por universidades parceiras de quatro países: Universidade do Minho (Portugal), Universidade Técnica Checa em Praga (República Checa), Universidade Politécnica da Catalunha / Barcelona Tech (Espanha) e Universidade de Pádua (Itália). O mestrado envolve ainda o Instituto de Mecânica Teórica e Aplicada da Academia Checa de Ciências como parceiro associado.

Esta iniciativa oferece "um programa avançado de educação sobre a conservação das estruturas do património cultural, centrado na aplicação de princípios e metodologias científicos na análise, inovação e prática profissional". Iniciado em 2007, participaram, até agora, 300 estudantes no programa, que completaram a sua parte escolar num país e a sua dissertação num outro país. Este programa de mestrado tem sido possível graças ao financiamento atribuído pelo Erasmus+.

Para além do seu significado evidente a nível europeu, este programa de mestrado é impressionante pelo seu alcance global, com alunos provenientes de 62 países de todo o mundo. A diversidade internacional dos estudantes garante que o conhecimento adquirido tem um efeito de longo alcance, com a consciencialização que a cultura e a experiência necessárias para proteger este património vão muito além da envolvente próxima das quatro universidades parceiras. Isto foi salientado pelo júri, que declarou: "Este projeto tem um grande valor internacional e o seu alcance global é um modelo notável para outras iniciativas semelhantes. O programa permite que os alunos observem os sistemas estruturais em contextos culturais diferentes, encorajando-os a criar e a desenvolver os seus conhecimentos com uma perspetiva internacional que é cada vez mais relevante".

 

O programa tem uma abordagem multidisciplinar incluindo elementos de conservação na engenharia civil e na arquitetura. "Este programa avançado, baseado nos princípios científicos da engenharia, conservação e restauro, e arquitetura, permite uma melhor compreensão dos sistemas construtivos, o que por sua vez ajuda a prolongar a sua existência", destacou o júri.

 

O programa de mestrado é o único programa internacional que aborda especificamente a conservação de estruturas históricas. Este mestrado cria efetivamente profissionais que têm a capacidade de proteger o nosso património partilhado das várias ameaças que enfrenta atualmente, como a deterioração natural, as intervenções humanas, as alterações climáticas e os riscos naturais. "O aspeto multidisciplinar deste projeto responde às atuais necessidades económicas e societais do património. O programa de mestrado cria os conhecimentos especializados necessários para promover a proteção do nosso património cultural construído, uma área de nicho cada vez mais importante," salientou o júri.

 

 

 

Informação de fundo

Prémio da União Europeia para o Património Cultural / Prémios Europa Nostra

O Prémio da União Europeia para o Património Cultural / Prémios Europa Nostra<http://www.europeanheritageawards.eu/> foi lançado pela Comissão Europeia em 2002 e tem sido organizado pela Europa Nostra desde então. Este esquema de Prémios celebra e promove as melhores práticas de conservação, pesquisa, gestão, voluntarismo, educação e comunicação na área do património. Desta forma, contribui para o crescente reconhecimento público do património cultural como um recurso estratégico para a economia e a sociedade europeias. Este esquema de Prémios é apoiado pelo programa Europa Criativa da União Europeia.

Nos últimos 15 anos, organizações e indivíduos de 39 países apresentaram um total de 2,720 candidaturas para os Prémios. Em relação ao número de candidaturas por país, a Espanha está em primeiro lugar, com 498 projetos, seguindo-se o Reino Unido, com 286 aplicações. A Itália ocupa a terceira posição (278 candidaturas). No que diz respeito às categorias, Conservação tem o maior número de candidaturas (1,606), seguindo-se Educação, Formação e Sensibilização (457), Investigação (340) e, por fim, Serviço Dedicado ao Património (317). 

Desde 2002, júris constituídos por peritos independentes selecionaram 455 projetos premiados de 34 países. Em linha com o número de candidaturas, a Espanha lidera a lista com 61 prémios recebidos. O Reino Unido está em segundo lugar com 60 prémios. A Itália ocupa a terceira posição (37 prémios), a Alemanha a quarta posição (29 prémios) e a Grécia está em quinto lugar (27 prémios). Em relação às categorias, Conservação tem o maior número de vencedores (267), seguindo-se Serviço Dedicado ao Património (67), Educação, Formação e Sensibilização (65), e, por último, Investigação (56). 

Um total de 95 Grandes Prémios, cada um recebendo €10.000, foram entregues aos melhores projectos, seleccionados de entre os vencedores.

Europa Nostra

A Europa Nostra<http://www.europanostra.org/heritage-awards/> é a federação pan-europeia de organizações não-governamentais do património, sendo apoiada por uma ampla rede de entidades públicas, empresas privadas e indivíduos. Abrangendo 40 países na Europa, é a voz da sociedade civil empenhada na salvaguarda e promoção do património cultural e natural da Europa. Fundada em 1963, a Europa Nostra é hoje reconhecida como a mais representativa organização do património na Europa. Plácido Domingo, cantor de ópera de renome mundial, é o presidente da organização. A Europa Nostra actua para salvar os monumentos, sítios e paisagens mais ameaçados da Europa, em particular através do programa ‘Os 7 mais ameaçados'; celebra a excelência através do Prémio da União Europeia para o Património Cultural / Prémios Europa Nostra; e contribui para a formulação e implementação de estratégias e políticas europeias relacionadas com o património, através do diálogo estruturado com as instituições da EU e a coordenação da Aliança do Património Europeu 3.3.

Europa Criativa

Europa Criativa<http://ec.europa.eu/programmes/creative-europe/index_en.htm> é o programa da União Europeia de apoio aos sectores cultural e criativo capacitando-os de forma a aumentar a  sua contribuição para o emprego e o crescimento. Com um orçamento de 1,46 mil milhões de Euros para o período 2014-2020, o programa apoia organizações que atuam nos domínios do património, das artes cénicas, do cinema, da música e da televisão, entre outros, bem como dezenas de milhares de artistas e profissionais da cultura e do audiovisual.