Saltar para o conteúdo principal da página

Bibliotecas DGPC

Reabertura das Bibliotecas da DGPC


No âmbito do período de constrangimento que atravessamos, face à Pandemia COVID 19,  a DGPC  informa que as suas diversas Bibliotecas irão reabrir de forma faseada, o mais brevemente possível, tendo em atenção as seguintes condições (de acordo com as orientações da DGS, da DGLAB e da APBAD):

CONSULTAS:

Requerem pedido de marcação prévia, que deverá aguardar a confirmação por parte dos serviços, que farão o seu agendamento.

Cada Biblioteca limitará o número de utilizadores diários, de acordo com a dimensão das salas de leitura.

As obras serão entregues pelos funcionários, deixando de existir o acesso livre aos acervos, mesmo nos casos em que este se verificava.

Recomenda-se a consulta prévia do catálogo, disponível online, em http://bibliotecas.patrimoniocultural.pt/Opac/Pages/Help/Start.aspx

Após consulta das obras, estas ficarão sujeitas a um período de quarentena, assegurado pela Biblioteca.

Cada Biblioteca poderá limitar o número de documentos passíveis de consulta em cada pedido.

MEDIDAS DE PREVENÇÃO:

Os utilizadores devem vir munidos de máscaras faciais, de uso obrigatório.

Sugere-se a utilização de luvas.

É obrigatória a higienização das mãos com solução antissética de base alcoólica, disponibilizada no local, à entrada e à saída das instalações. 

Os funcionários das Bibliotecas também cumprirão estas medidas.

NORMAS ESPECÍFICAS EM CADA BIBLIOTECA:

Para conhecer a data de reabertura de cada uma das Bibliotecas, assim como as condições específicas de utilização de cada uma delas, deve consultar as respetivas páginas individuais, acessíveis a partir do menu lateral.


A Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) possui um conjunto de serviços de documentação muito relevante que, pela sua riqueza e diversidade, constitui um ativo estratégico importante no quadro da sociedade da informação e do conhecimento.

Entre os serviços centrais, museus e monumentos, a DGPC possui 24 bibliotecas e centros de documentação, a maioria dos quais com acesso público. Estes serviços documentais disponibilizam mais de 300.000 registos bibliográficos.

A existência de acervos bibliográficos ricos e atualizados constitui uma evidente mais-valia para a reflexão e a produção de conhecimento por toda a comunidade, assim como para o apoio ao rigor na definição e implementação de políticas nas distintas áreas do Património.

Estes acervos documentais estruturam-se a partir do tipo de coleções e/ou tipo de espaço patrimonial em que se encontram inseridas. Algumas temáticas globais estratégicas são nucleares de Bibliotecas especializadas, como por exemplo, a Museologia, que se encontra na Biblioteca de Conservação e Museus e em praticamente todas as bibliotecas de Museus, a área do Património, que é nuclear na Biblioteca de Património, mas está presente na generalidade das bibliotecas dos monumentos, ou a Arqueologia que é nuclear na Biblioteca de Arqueologia e nas bibliotecas dos museus de Arqueologia e de Conímbriga.

Merecem especial destaque duas importantes bibliotecas históricas: a Biblioteca da Ajuda e a Biblioteca do Convento de Mafra, esta última considerada uma das mais bonitas bibliotecas do mundo. Instaladas em monumentos nacionais, possuem acervos que, pela sua raridade, assumem relevância internacional. 

Procurando dinamizar os seus serviços de documentação, a DGPC tem vindo a desenvolver uma Rede das suas Bibliotecas de Património arquitetónico e arqueológico e de Museus. Esta Rede potencia os recursos humanos e materiais atualmente existentes, assentando numa política de cooperação e partilha de recursos, visando a criação de um catálogo coletivo das bibliotecas, a qualificação dos métodos de trabalho e a divulgação destes espaços como centros de recursos ao serviço da comunidade. O projeto teve o seu início em 2014, envolvendo 16 das 24 bibliotecas da DGPC,  tendo as restantes integrado a Rede em 2015 (6) e 2016 (3). Destas bibliotecas, 19 delas têm já catálogos disponíveis para pesquisa em: http://bibliotecas.patrimoniocultural.pt/.

BOLETINS BIBLIOGRÁFICOS DAS BIBLIOTECAS DA DGPC

O BBD é uma publicação trimestral da Rede de Bibliotecas da DGPC, que inclui destaques dos acervos das 24 bibliotecas que integram a Rede, selecionados pela sua relevância, tendo em consideração os interesses dos utilizadores das bibliotecas.

Cada Boletim incluirá quer obras recentemente integradas nos respetivos acervos quer obras já anteriormente neles existentes.

2020

1º Trimestre 2020

2º Trimestre 2020

3º Trimestre 2020

2019

1º Trimestre 2019

2º Trimestre 2019

3º Trimestre 2019

4º Trimestre 2019