Saltar para o conteúdo principal da página

Biblioteca da Ajuda

REABERTURA DA BILIOTECA DA AJUDA MEDIDAS DE PROTEÇÃO FACE À PANDEMIA DE COVID-19

O PNA/BA informa que, com o intuito de proporcionar aos seus leitores um serviço mínimo de acesso ao acervo documental, tendo em vista a continuidade de muitas das investigações em curso, irá a assegurar a leitura presencial, apesar de apenas poder contar com a assistência de uma pequena equipa de funcionários da Biblioteca da Ajuda. O PNA/BA garantem que será efetuada a higienização regular dos espaços e dos materiais como mesas, portas e puxadores, computadores e que todos os elementos da equipa da BA usarão, a tempo inteiro, materiais de proteção (máscara facial e luvas).

Neste sentido e com o objetivo de manter os nossos leitores e a nossa equipa seguros e saudáveis, tomamos a decisão de abrir ao público mediante as seguintes condições:

1. Obrigatoriedade de uso de máscara de proteção facial e higienização das mãos com solução antissética de base alcoólica, disponibilizada no local, antes de entrar nas instalações da BA;

2. A leitura presencial passa a ser possível às segundas, quartas e sextas feiras, das 10h30- 13h00 e das 14h00-17h00 e a requisição de obras termina no horário habitual (15h30); as terças e quintas feiras ficam reservadas para respostas a informações, à distância, satisfação de pedidos de digitalizações e seleção da documentação antecipadamente reservada por e-mail;

3. Na sala de leitura só serão aceites, por dia, 5 leitores, correspondendo a 1 leitor por mês;

4. Só serão aceites, por dia, 2 leitores, que pretendam unicamente efetuar pesquisas, sem possibilidade de consulta, que deverão permanecer na mesa de entrada da Biblioteca da Ajuda;

5. O acesso à leitura e à elaboração de pesquisas passará a ser feito mediante marcação antecipada do(s) dia(s) pretendidos. As marcações da leitura devem ser formuladas por escrito (bibajuda@pnajuda.dgpc.pt), com a identificação clara do requerente e respetivo n.º de leitor da BA (caso já possua);

6. Os números de espécimes a consultar, 12 por dia, mantém-se inalterado salvo no caso da documentação avulsa que poderá ir até 18 espécimes, sujeito a reserva antecipada, por e-mail (bibajuda@pnajuda.dgpc.pt);

7. A fim de diminuir o tempo de espera pela documentação a consultar, a leitura deve ser requisitada previamente, até às 16h00 da véspera do dia marcado para a consulta presencial (bibajuda@pnajuda.dgpc.pt);

8. Os leitores deverão levar para a sala de leitura os materiais essenciais para a pesquisa que irão efetuar estando totalmente vedada a entrada de livros e materiais escritos avulso dos próprios;

9. Os pedidos para reproduções passam a ser feitos, unicamente, por e-mail (bibajuda@pnajuda.dgpc.pt), cabendo ao leitor a identificação correta da obra e paginas a pedir (qualquer erro de identificação detetado implica a não realização do respetivo orçamento); será dada prioridade absoluta a pedidos de digitalização respeitantes a obras que apenas existam na BA;

10. As visitas de estudo ficam sujeitas a avaliação previa da viabilidade das mesmas tendo em conta o n.º de participantes e a disponibilidade de técnicos da BA para as orientar.

Agradecemos aos nossos leitores a melhor compreensão e o cumprimento das novas regras de acesso à Biblioteca da Ajuda de modo a podermos manter o nosso serviço aberto e em segurança para todos.


Biblioteca

A Biblioteca da Ajuda é uma das mais antigas Bibliotecas de Portugal caracterizando-se, pela natureza e riqueza dos seus fundos, como uma biblioteca Patrimonial que tem por objeto a conservação, estudo e divulgação do seu acervo documental.

A Biblioteca encontra-se localizada em ala própria do Palácio da Ajuda desde 10 de Junho de 1880.  Das cinco salas que dão corpo à zona mais antiga da Biblioteca, são abertas ao público as três primeiras, que se distinguem especialmente pelas suas dimensões, altura das estantes e galerias, pelo seu mobiliário, além dos tetos decorados a fresco com a técnica “trompe-l'oeil”, por José Pereira Júnior. Aí se encontra exposta, em diferentes vitrinas, uma seleção documental de valiosas espécies  manuscritas e impressas, como pequeno exemplo do acervo da Biblioteca. Inclui-se também um conjunto de peças e artefactos (séc. XVIII / XIX) da antiga oficina de encadernação da Biblioteca Real.

A origem da Biblioteca da Ajuda remonta ao século XV, como Biblioteca Real, sua antiga designação. Instalada desde o século XVI (?) no torreão poente do Paço da Ribeira, foi substancialmente enriquecida por D. João V, vindo a perder a maior parte do seu riquíssimo espólio no terramoto de 1755, após o que se procedeu à sua reinstalação em casas anexas ao Paço de madeira (Real barraca), na Ajuda.

Em 1811, na sequência das invasões francesas, a Biblioteca é transferida para o Rio de Janeiro, para junto da Corte, aí formando o núcleo inicial da atual Biblioteca Nacional. Em 1821, regressa a Portugal o núcleo de manuscritos da Casa Real, ao qual se incorporam mais tarde as livrarias da Companhia de Jesus (Casa Professa de São Roque e Colégio Santo Antão), além das da Congregação do Oratório e Palácio das Necessidades.

Administrada diretamente pela Casa Real até à proclamação da República, os seus bibliotecários eram de nomeação régia, escolhidos, muitas vezes, de entre os secretários do Rei, como Alexandre Herculano (1839-1877), ou da sua inteira confiança, como Magalhães Coutinho (1877-1895) e Ramalho Ortigão (1895-1911). Após a Proclamação da República o 1.º Diretor a ser nomeado foi Jordão de Freitas (1918-1936).

Acervo

O catálogo da Biblioteca da Ajuda, atualizado diariamente, reúne para cima de 19.000 registos bibliográficos, das diferentes coleções do seu acervo (manuscritos e impressos), tais como fotografia, iconografia, cartografia, folhetos (portugueses e estrangeiros), genealogias, obras de medicina, arquitetura, entre outros.
O catálogo bibliográfico pode ser consultado em: http://bibliotecas.patrimoniocultural.pt/.

Visitas guiadas

A Biblioteca da Ajuda promove visitas guiadas, mediante marcação prévia para bibajuda@pnajuda.dgpc.pt

 

Serviços disponíveis

Leitura de presença.

Reprodução de documentos.

Regulamento

Leia o Regulamento de leitura da Biblioteca da Ajuda .

Tabela de preços

Consulte a Tabela de preços para conhecer os valores da reprodução de documentos praticados pela Biblioteca.

Informações gerais

Contactos

Cristina Pinto Basto (bibliotecária responsável)
Email da Biblioteca: bibajuda@pnajuda.dgpc.pt

Horário

De segunda a sexta-feira, das 10h30 às 17h30.

A Sala de Leitura encerra às 17h15.

Por motivos ou acontecimentos imprevistos, o horário poderá sofrer alterações que serão divulgadas e afixadas nos locais próprios.

Encerra aos fins-de-semana, feriados nacionais e feriado municipal de Lisboa.

Localização

Palácio Nacional da Ajuda
1349-021 Lisboa
Portugal

Acessos

Autocarros – 60, 729, 732, 742
Elétrico – 18

Referências

SITE DA BIBLIOTECA DA AJUDA