Saltar para o conteúdo principal da página

Formação

Compete ao LJF a orientação e enquadramento de estágios académicos e profissionais, bem como o apoio a projectos de investigação nas diferentes áreas da conservação-restauro dos bens culturais móveis e integrados.

O LJF disponibiliza estágios nas seguintes áreas:

A articulação entre os diversos departamentos da DGPC permite, ao estagiário, o contacto com uma vasta gama de projetos de intervenção e de pesquisa técnica e científica, bem como o acesso à Biblioteca Central e ao Arquivo Técnico de Conservação e Restauro, fontes privilegiadas de pesquisa e estudo nas áreas da conservação-restauro, técnicas artísticas, ciências da conservação e história da conservação-restauro em Portugal. Protocolos de cooperação com diversos estabelecimentos de ensino superior e outras instituições agilizam essa interdisciplinaridade dotando as investigações de outras valências e abertura para umdebate alargado relativamente aos trabalhos que aqui se realizam.

Finalidade dos estágios

Um estágio consiste numa aprendizagem especializada, baseada numa prática orientada por um tutor com experiência profissional, enquadrada num período de tempo específico, com os seguintes objectivos: aquisição de uma formação científica, técnica e prática; desenvolvimento de espírito de equipa e de espírito crítico; e utilização correcta e económica dos meios disponíveis necessários à realização dos trabalhos.

Modalidades de estágios

Estágio curricular de formação académica

Dirigido a alunos de mestrado ou licenciatura de cursos de conservação e restauro de estabelecimentos de ensino superior, politécnico ou universitário, nacionais ou estrangeiros, cujo programa inclui um estágio curricular ou seminários práticos.

No final do estágio deverá ser entregue um exemplar da dissertação ou do trabalho para a disciplina, em papel e em formato digital, seguindo as normas do estabelecimento de ensino.

Estágio de investigação

Dirigido a candidatos, nacionais ou estrangeiros, que pretendam realizar trabalhos no âmbito de projectos de investigação ou projectos que conduzam à elaboração de teses destinadas à obtenção do grau de doutoramento, da qual deverão entregar cópia em formato digital.

Duração dos estágios

Estágio curricular de formação académica

A duração dos estágios académicos será determinada pelo plano de estudos do curso e acordada com a instituição de ensino que o aluno frequenta.

Estágio de investigação

A duração dos estágios de investigação será avaliada caso a caso e acordada com o candidato.

Admissão, prazos e normas de candidatura

O LJF aceita anualmente, e de acordo com a capacidade e disponibilidade de acolhimento de cada área de especialidade, um número limitado de estagiários. Candidaturas à mesma área em número superior à sua disponibilidade, ficarão sujeitas a selecção com base em: elementos curriculares apresentados; recomendações ou pareceres de entidades de reconhecida competência; e entrevista prévia (excepcionalmente o candidato poderá ser dispensado deste requisito).

Os estágios académicos serão requeridos em função do calendário escolar.

Os estágios de investigação e os estágios profissionais deverão ser requeridos, preferencialmente, nos períodos de 1 de Setembro a 30 de Novembro

O candidato será notificado, através de carta ou e-mail, com as seguintes informações: orientador; plano de estágio, data de início e duração do estágio.

Candidatura ao estágio

O candidato deverá enviar, dirigido ao LJF, os seguintes documentos:

  • Pedido de admissão a estágio no LJF  - Formulário
  • Application Form for Conservation internship at LJF - Formulário 
  • Curriculum Vitae resumido
  • Cópia de Certificado de habilitações da formação superior em conservação e restauro (quando aplicável)
  • Carta de apresentação do professor responsável (quando aplicável)

 

A documentação poderá ser enviada:

Por via electrónica: gcarvalho@dgpc.pt

ou via postal: Rua das Janelas Verdes, 37, 1249-018 Lisboa

Condições de estágio

O estagiário deverá, caso necessite, viabilizar a sua permanência através do recurso a uma bolsa de estudos ou outro tipo de financiamento.

É da responsabilidade do estagiário, do estabelecimento de ensino que frequenta ou do organismo onde trabalha, a contratualização de um seguro contra acidentes de trabalho para o período do estágio.

Entrega de Declaração de conhecimento das Normas de Estágio e Termo de Responsabilidade de seguro contra acidentes de trabalho.

O estagiário tem um orientador que acompanha e supervisiona o seu trabalho na Instituição e avalia o trabalho desenvolvido, de acordo com parâmetros que são definidos pelo tipo de estágio.

A documentação produzida no decurso do trabalho é propriedade do LJF, à qual deverá acrescer um relatório crítico das actividades desenvolvidas durante o estágio.

No final do estágio será passado um certificado de frequência no estágio.

O LJF reserva-se o direito de suspender ou anular o estágio caso o estagiário falhe no cumprimento das condições estipuladas neste regulamento.